ZEZÉ DI CAMARGO e LUCIANO

Naturais de Pirinópolis, interior de Goiás, os irmãos Zezé Di Camargo e Luciano, formam uma das melhores duplas sertanejas do Brasil, engrossando com muito orgulho o chamado "pelotão de frente" da música constituído pelos melhores. Sem sombras de dúvida eles formam a dupla mais romântica, mais carismática do Brasil, mas, como nem tudo é festa, eles lutaram muito para conquistar esse título... Conheça um pouco mais da história desses dois cantores maravilhosos.

Como tudo começou

Pelos registros de nascimento, 11 anos separam Zezé Di Camargo e Luciano. Mas a profecia é anterior ao nascimento do primogênito, Mirosmar José de Camargo, em 17 de agosto de 1962. O pai, Francisco Camargo dizia que seus dois primeiros filhos seriam homens para formar uma dupla sertaneja: Camargo & Camarguinho. Mirosmar tinha 6 anos quando um grupo de crentes passou em Vila Propício, no município de Pirinópolis, em Goiás, rezando um culto em cima de um caminhão. O garoto quis subir lá para cantar. Foi seu primeiro "palco".
Filho de família simples, Zezé morava na roça, no interior de Goiás com os pais e como todos os garotos de sua idade, que amavam os Beatles e os Rolling Stones, Mirosmar também tinha uma paixão especial pela música. Ficava horas e horas ouvindo os sanfoneiros tocarem, mas nunca pegou em uma sanfona para experimentar, pois ele se fazia meio que durão e prometeu a si mesmo que só tocaria quando a sanfona fosse de sua propriedade.
Seu pai não tinha o dinheiro suficiente para adquirir a sanfona, mas vendo o interesse do filho pela música, fez um acordo com Mirosmar. Plantaria uma roça de milho, e ele ficaria incumbido de cuidar dessa plantação. O lucro dessa colheita seria todo destinado à compra da sanfona. Sem pensar duas vezes, Mirosmar topou, trabalhou de sol a sol, sem fugir de nenhuma de suas obrigações, cuidando de sua roça e como recompensa, aos 9 anos, adquiriu sua primeira sanfona e aprendeu a tocar sozinho.
Além do sonho de possuir uma sanfona, Mirosmar tinha um dom especial, que o tornava diferente dos outros garotos da época. Conseguia, sem esforço algum, transformar em música as coisas do coração. Sem dificuldades, ele transformava em música os acontecimentos do dia-dia, o amor, a paixão e a desilusão, falava de coisas que as demais pessoas até então só conseguiam demonstrar com o coração, e ele transformava em música.
Emival, o segundo irmão, a quem caberia o papel de Camarguinho nos planos do pai, começou a se interessar pela música aos poucos. Logo a dupla já caía na estrada para se apresentar em qualquer canto. O destino, no entanto, optou por outras linhas: quando tinham Mirosmar 12 e Emival 11 anos, ao voltar de um show em Imperatriz, no Maranhão, um acidente de carro levava Emival embora para sempre.
Viajando no mesmo carro, Mirosmar nada sofreu, mas, desacordado, só soube da morte do irmão ao chegar em Goiânia.
Três anos depois, ao entrar pela primeira vez num estúdio para gravar, Mirosmar era o Zé Neto do trio Os Caçulas do Brasil. Em 1979, Mirosmar José de Camargo, virou Zezé e fazia dupla com Zazá, remanescente do trio. A dupla Zazá e Zezé gravou três discos. Na década de 80, eles se separaram e Zezé, já então "Di Camargo", gravou dois discos solo. Muitos anos se passaram e Zezé Di Camargo fazia sua carreira como compositor e brilhava como nunca.
Welson David Camargo, nascido em 20 de janeiro de 1973 e batizado artisticamente de Luciano, só veio conhecer o sucesso anos mais tarde, depois de trabalhar muito como engraxate e office-boy em um banco. Em 1989, quando foi passar o Natal em Goiânia, Zezé resolveu tirar a limpo a história que o irmão lhe contava por telefone."Eu dizia a ele que vinha cantando, mas era mentira. Eu nunca tinha cantado antes."
confessa Luciano "Você é uma pedra que precisa ser lapidada, mas é afinado". disse-lhe Zezé. Animado com o parecer, Luciano pediu licença de 17 dias no banco onde trabalhava e foi para São Paulo.
Vencida a licença, Luciano, então com 17 anos, foi chamado a Goiânia: ou voltava a trabalhar, ou assinava sua demissão. Foi lá e rasgou toda a papelada que lhe daria direitos a receber por cinco anos de trabalho.
"Não vou precisar disso". Lançado em 19 de abril de 1991, o primeiro disco de Zezé Di Camargo & Luciano alcançava, com apenas 4 meses rendeu um disco de ouro, seguido de vários prêmio. A faixa "É o amor", literalmente mexeu com o amor e a cabeça de milhares de apaixonados, que viam na canção as respostas ou as perguntas para o coração. O público gostou e acolheu com todas as glórias essa dupla. Já em novembro, a marca era de 650 mil cópias. Eles repetiram nos outros trabalhos o mesmo sucesso, a mesma emoção que conquistou milhares de fãs.
Hoje, a dupla Zezé Di Camargo e Luciano não precisa de comentários, tudo que eles cantam se torna sucesso, Zezé se consagrou como compositor e intérprete e todas as suas músicas passam também pela aprovação do irmão Luciano, tanto as músicas gravadas pela dupla, quanto as oferecidas a outros intérpretes.
O Brasil começou a ficar pequeno para essa dupla, para tanto talento e no ano de 1995 estiveram em Nova Iorque, Nashville e Denver e gravaram seu primeiro disco cantando em espanhol, que foi lançado em todos os países da América do Sul, EUA e Espanha, - o trabalho em espanhol foi resultado dos dois discos gravados em português - e eles prometem repetir a dose, ou seja, dar continuidade ao trabalho no exterior, pois a recompensa foi satisfatória.
Sem muitos comentários, Zezé Di Camargo e Luciano são sucesso em qualquer parte do mundo, e isso pode ser claramente comprovado com os números de vendagem. Com 9 discos lançados, a soma de cópias vendidas ultrapassa a marca de 15 milhões, e tudo isso não contando o mais recente trabalho, que já saiu com uma tiragem inicial superior a 1 milhão e 700 mil cópias.
Não se encontra explicação para todo esse sucesso, talento, sorte, garra, humildade, sinceridade, não se sabe bem. Talvez seja uma mistura de tudo isso, adoçado com um toque especial, o charme de Zezé e o carisma de Luciano, que juntos cantam o que os fãs gostam de ouvir, seja na forma de "Pão de Mel" ou no pedido delicado de "Vem Cuidar de Mim", traduzindo os sentimentos que fazem parte da vida de todos nós, Zezé Di Camargo e Luciano é isso, é paixão, é emoção, é amor...

Voltar